FINALIDADE

Identificar e aplicar as técnicas de comportamento diante de uma câmara de televisão, quer em situação de «direto», no exterior, quer em ambiente de estúdio.

DESTINATÁRIOS

Jornalistas de Televisão e Rádio. Jornalistas de Imprensa com experiência de televisão. Outros com currículo adequado aos objetivos do curso.

PROGRAMA

40 H

Simular um exterior
Ler textos de “pivot”, sem teleponto
Ler textos de “pivot”, com teleponto
Gravar vivos de reportagem
Improvisar sobre temas com e sem preparação prévia

OBJETIVOS GERAIS

No final do curso, os formandos deverão conhecer as técnicas de:
– Comportamento em estúdio;
– Apresentação com e sem “teleponto”;
– Comportamento em direto de exterior;
– Gravação de “vivos” de reportagem;
– Improviso.

TAXA DE FREQUÊNCIA

150 euros.

Desconto de 50% para portadores de título profissional de jornalista e para outros profissionais dos média que apresentem declaração da entidade empregadora comprovativa da atividade atual.

Os desempregados beneficiam de isenção da taxa de frequência, para o que deverão apresentar declaração do Centro de Emprego.

METODOLOGIA

Método expositivo participado e interrogativo. Role play. Método demonstrativo. Trabalho de grupo. Método da descoberta.

AVALIAÇÃO E QUALIFICAÇÃO

A qualificação, atestada por um diploma no final do curso, depende da assiduidade da frequência – a ação formativa implica, pela sua própria natureza, a presença dos formandos – e do nível de desempenho dos formandos ao longo do curso, num processo de avaliação contínua.

Para mais informações, contactar a secretária do curso – Conceição Cardoso – tlf.: 218855012 • e-mail: ccardoso@cenjor.pt