FINALIDADE

Quantas vezes aconteceu querer escrever uma pequena história, um conto, ou até um livro e nada saiu?
Quantas vezes, a meio de um texto, a mente parece que “dá um nó”?
E, não querendo abusar, quantas vezes, após ter publicado o que acabou de escrever, reparou que tem gralhas ou erros?
A urgência do dia-a-dia leva-nos a dar saltos no processo de escrita e a sofrer mais do “síndrome da Página em Branco”. O seu potencial é minorado, devido a estes “saltos” e a esta urgência. É nestas alturas que estarmos conscientes dos nossos processos se torna fundamental.
A formação “Escrita Criativa – Nível 01” traz para a sua consciência os seis passos fundamentais do processo de escrita. Revela o que já sabe e que utiliza, mas de uma forma lógica e estruturada.

DESTINATÁRIOS

Profissionais da área da Comunicação, Marketing e, de um modo geral, de todas as pessoas que tenham o 12.º ano concluído e precisem da prática da escrita para comunicar.

PROGRAMA

30 H

1. Como escolher um assunto / tema de uma forma criativa e eficaz?
    a) Técnicas de “brainstorm” e de pensamento visual

2. Como fazer uma pesquisa eficaz para tornar a sua história mais realista?
    a) Técnicas de pesquisa em suportes digitais

3. Qual a melhor forma de abordar um assunto / tema na sua história? Qual o melhor foco?
    a) Técnicas para encontrar o foco da sua história
    b) Como criar uma personagem

4. Como organizar / estruturar a sua história? Quer escrever um conto romanceado, um mito?
    a) Conhecer e escolher a melhor estrutura

5. Como começar a escrever a sua história?
    a) Técnicas para começar a sua história

6. Qual a melhor forma de editar o seu texto?
    a) Técnicas de revisão

OBJETIVOS GERAIS

Pretende-se, com esta ação de formação, que os/as formandos/as apreendam as seis fases fundamentais do processo de escrita e as apliquem na escrita de um conto original.

TAXA DE FREQUÊNCIA

60 euros.

Desconto de 50% para portadores de título profissional de jornalista e para outros profissionais dos média que apresentem declaração da entidade empregadora comprovativa da atividade atual.

Os desempregados beneficiam de isenção da taxa de frequência, para o que deverão apresentar declaração do Centro de Emprego.

METODOLOGIA

Formação em sessões síncronas e assíncronas, assentes numa organização sequencial lógica e funcional.
Nestas sessões teórico-práticas, serão utilizados como recurso os métodos expositivo (participado), interrogativo, ativo.
Trabalho prático com base na descoberta e role-playing.
Análise crítica de trabalhos.

AVALIAÇÃO E QUALIFICAÇÃO

A qualificação, atestada por um diploma no final do curso, depende da assiduidade da frequência – a ação formativa implica, pela sua própria natureza, a presença dos formandos – e do nível de desempenho dos formandos ao longo do curso, num processo de avaliação contínua.

Para mais informações, contactar a secretária do curso – Conceição Cardoso – tlf.: 218855012 • e-mail: ccardoso@cenjor.pt